Como encontrar a empresa adequada para o seu perfil e momento de carreira?

Como encontrar a empresa adequada para o seu perfil e momento de carreira?

HE
Hugo Eiji
Compartilhar:

Você sabe como escolher a melhor empresa para o seu próximo emprego? Em primeiro lugar, você precisa determinar qual estágio da empresa é o mais adequado para você (buscando product fit, pós-product fit, crescimento, ou escala). No geral, somente 1 ou 2 estágios fazem sentido para você em uma busca por novas oportunidades. Este artigo é baseado nos incríveis ensinamentos do Nikhyl Singhal.

Quando você começa a considerar um movimento em sua carreira profissional, alguns fatores são chaves para decidir o próximo emprego:

  • Cultura
  • Equipe
  • Salário e benefícios
  • Potencial impacto do seu trabalho na empresa e em seu propósito

No entanto, existe um outro fator que precisa receber mais atenção. Não é só sobre onde você está na sua carreira e sim onde cada empresa está em sua fase de desenvolvimento que pode fazer você ter sucesso ou não em uma nova empreitada.

Nos últimos anos a indústria relacionada com tecnologia se desenvolveu muito, e o resultado é uma enorme oferta de empregos em tecnologia, com uma enorme dificuldade de preencher as vagas. Diria que para nós, tecnologistas, isso é um ótimo problema para se ter. Mas quando chega a hora de decidir para onde ir ou que proposta considerar, é importante ter um framework de escolha que seja melhor do que cultura, impacto, o que estiver trending na indústria. No geral, boa parte dos trabalhos não são muito diferentes ou melhores do que você faz hoje. Na carreira, às vezes damos um passo para trás. Às vezes, para a frente. Trocamos um tipo de problema por outro. Nesse cenário, não podemos esquecer nosso objetivo: cada emprego deve funcionar como um degrau em uma longa carreira, desenvolvendo conjuntos de habilidades, expandindo a presença da sua marca pessoal e construindo a sua reputação e confiança.

Primeiramente, vamos dividir as empresas em 4 estágios. A posição de cada empresa em sua fase de desenvolvimento deve exercer um papel crucial na hora de considerar para qual empresa ir.

4 estagios empresa

Estágio 1: Empresas antes do product fit ("drunken walk") estão ainda naquela fase de se descobrir. Entender o que as pessoas querem no seu produto. Tudo se resume a experimentar rapidamente, falhar rapidamente e testar e improvisar rotinas operacionais. No geral, essas empresas estão em suas fases de primeiros aportes, seja dos fundadores, ou algum capital anjo, até um investimento série A.

Estágio 2: Empresas pós-product fit ("product fit") finalmente encontraram algo que funciona. Talvez depois de anos de experimentação. A coisa que essa empresa mais quer preservar é essa descoberta do que funciona. Esse estágio requer processo e estrutura, e do dia para a noite a empresa precisa mudar do modo experimentação para o modo proteção e estabilidade. (Ex. Empresas recebendo sua série B de investimento, empresas que já atingiram dúzias de empregados, um número relevante de clientes e um único produto).

Estágio 3: Empresas em hypergrowth são muito raras, pois poucas empresas chegam nesse estágio. A demanda pelo produto/serviço é tão grande que a empresa passa por problemas de logística. É um momento excitante e caótico para os empregados, pois eles estão criando novas linhas de produtos e adicionando clientes o mais rápido o possível. Ao mesmo tempo, também estão expandindo os times. Boas empresas nesse estágio estão conseguindo manter o DNA de inovação mesmo nessa incrível reestruturação para crescer. No entanto, o hipercrescimento esconde problemas e introduz uma série de angústias e ansiedades na empresa.

Estágio 4: Empresas que já operam em escala são naturalmente líderes de mercado. Como exemplos claros, podemos citar as big techs como Facebook, Apple, Amazon, Netflix e Google. Podemos incluir também Microsoft, Salesforce, Oracle, etc. Estas empresas possuem tantos produtos de sucesso, camadas de gerência eficientes, processos muito bem definidos para gerenciar e operar em escala, e muitos empregados que estão nas empresas por 5, 7, até 10 anos. Essas empresas são duráveis e terão sucesso independentemente de você fazer parte delas ou não.

Cada vez que uma empresa se gradua para o próximo nível, ela muda o que pode oferecer para o empregado e como ela entrega seus produtos e serviços.

Empresas em fase de concepção de produto (Estágio 1) são feitas para empreendedores que ainda não estão interessados em construir coisas para escalar… ainda.

  • Não entre nesse tipo de empresa se você busca um gerente de peso, necessita de grande estruturação, gosta de processos, ou quer construir coisas para escalar
  • Essa fase é caótica e ideal para quem gosta de incertezas, aprendizado rápido, e abraçar a cultura de constantes mudanças
  • Se você entrar na empresa nessa fase, você possivelmente terá muito pouco ou quase nada para mostrar em seu currículo caso a empresa fique estagnada ou quebre. Mas se a empresa atingir o fit de produto e mercado, a experiência pode e vai mudar sua vida. E além disso, se o sucesso ocorrer, você poderá ter enormes ganhos financeiros.

Empresas que encontraram o product fit (Estágio 2) precisam de especialistas funcionais que podem introduzir estabilidade na empresa.

  • Pessoas que têm sucesso nesse estágio de empresa podem introduzir um volume decente de estrutura e processo sem frustrar os fundadores e empreendedores envolvidos.
  • O crescimento começa a aparecer de forma lenta e consistente, e diversas áreas importantes da empresa se encontram completamente vazias, não criadas, ou com carência de times alocados
  • Se você tem de 5 a 10 anos de carreira, dificilmente você terá a oportunidade de ser um diretor em uma empresa em supercrescimento ou em fase de escala. No entanto, se você for para uma empresa nesse estágio, você possivelmente poderá ser mais sênior que qualquer um na empresa e pode liderar um time. É o tradeoff entre ser um marinheiro em um navio de guerra ou ser um capitão de um pequeno bote.

Empresas no estágio de hipercrescimento (Estágio 3) são raras e favorecem aqueles que têm sede de mudança

  • Empreendedores encontram oportunidade de expandir o negócio e a empresa precisa expandir em uma janela de tempo limitada.
  • As pessoas que gostam de introduzir processos também encontram um lar nessas empresas, conforme o negócio principal da empresa rapidamente se move para atingir dominância no mercado.
  • A empresa, no entanto, não está acostumada a fazer tantas coisas em paralelo. Empregados antigos estão frustrados com toda mudança e o time de liderança possivelmente está possivelmente sendo atualizado.
  • O caos cria oportunidades mas os constantes problemas e mudanças podem ser extremamente frustrantes para algumas pessoas.

Empresas no estado de escala (Estágio 4) são os maiores empregadores da indústria de tecnologia.

  • Ao entrar em uma empresa como essa, tenha em mente que as empresas são enormes e possuem diferentes subculturas. Fica difícil dizer que a Amazon ou Google tem uma cultura X ou Y, pois isso pode variar muito dependendo de qual célula você for atuar nessas empresas
  • Quanto mais perto a sua atuação tiver do negócio principal da empresa, mais consistência e estabilidade você vai encontrar
  • Se o seu projeto não vingar, você poderá rapidamente encontrar outro trabalho na própria empresa. Isso será mais fácil que arranjar emprego em outra empresa.
  • A camada de gestão nessas empresas costuma funcionar bem e ter um nome de uma empresa dessas no currículo beneficia a sua marca pessoal
  • No entanto, as coisas se movem devagar, empregados mais antigos têm uma enorme vantagem sobre você e é difícil de você construir algo de real impacto nessas empresas.

Fica difícil definir qual desses estágios de empresa é o mais adequado para você, pois todos são muito diferentes entre si. Seria muito fictício assumir que sua atividade, desafios, e skills precisam ser os mesmos para cada fase de empresa.

fases de paz e guerra

Se você tem sede por estrutura e estabilidade, os estágios 2 e 4 são as melhores escolhas. Se você adora um estado de caos e guerra constante, mudanças constantes e decisões rápidas, os estágios 1 e 3 são para você.

Se você quer um gerente de alta performance e com muita experiência, não olhe para os estágios 1 e 2. Se você não suporta ter que ficar convencendo pessoas dentro da empresa a fazer suas ideias acontecerem e passar por processos longos para que isso aconteça, fuja dos estágios 3 e 4.

Se você gosta de construir coisas… bom, qualquer estágio vai te servir bem.

A grande sugestão é que você tente construir vivências nesses 4 estágios de empresa durante sua carreira. Isso vai desenvolver um enorme leque de habilidades, além de ajudar você a entender qual tipo de empresa mais te motiva e maximiza seu potencial de impactar negócios e impactar o seu bolso.

Na busca por um emprego, uma ótima forma de começar é justamente entender qual estágio de empresa mais te agrada no dia a dia, onde seus super poderes poderão brilhar mais, e como essa experiência vai te preparar para o seu próximo emprego.

E para seguir bem informado sobre tecnologia e como se desenvolver na sua carreira, continue acompanhando o blog da TechDegree.